Home / Aposentadoria / Aposentadoria: veja o passo a passo para garantir o seu benefício.

Aposentadoria: veja o passo a passo para garantir o seu benefício.

A aposentadoria é um benefício para todos os trabalhadores brasileiro. Para ter direito a receber a aposentadoria, você deve ter uma idade mínima e também ter contribuído durante o tempo de trabalho com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) nas regras e diretrizes da Previdência Social.

A aposentadoria é um benefício válido para todo tipo de trabalhador, seja ele funcionário de uma empresa privada, pública, profissional liberal ou autônomo. Entretanto, é necessário que em qualquer um desses casos, haja a contribuição do INSS para usufruir.

Quem é funcionário de uma empresa e tem vínculo empregatício desse modelo, contribui automaticamente com um desconto mensal na folha de pagamento. Este valor de desconto pode variar de 8 a 11%, de acordo com a faixa salarial do trabalhador. É importante lembrar que os valores descontados devem ser informados ao trabalhador no contra cheque ou disponibilizados pela empresa para que o funcionário  tenha acesso. Para os demais casos de trabalho (autônomo, profissional liberal e etc), o recolhimento da contribuição é feita por meio do pagamento de um carnê: o Guia de Recolhimento da Previdência Social (GPS). Nesta situação, o valor a ser recolhido é o equivalente a 20% do rendimento mensal. Vale ressaltar que este tipo de contribuição se dá de forma facultativa, ou seja, sem obrigatoriedade por parte do trabalhador.

Tipos de Aposentadoria

aposentadoria

Existem quatro tipos de casos para a aposentadoria:

  • aposentadoria por idade
  • aposentadoria por tempo de contribuição
  • aposentadoria por invalidez
  • aposentadoria em casos especiais

 

Por idade:
Esse primeiro caso de aposentadoria leva em consideração a idade do trabalhador. Têm direito ao benefício os homens aos 65 anos e as mulheres após os 60 anos. Entretanto, mesmo para essa modalidade é necessário que o trabalhador tenha contribuído com o INSS durante 180 meses no mínimo (o equivalente a 15 anos). Caso o trabalhador tenha atingido a idade e não tenha os 15 anos de contribuição, o valor do benefício será recalculado. Trabalhadores rurais podem se aposentar com 5 anos de antecedência. Ou seja, homens aos 60 anos e mulheres aos 55.

 

Por tempo de contribuição:

aposentadoria

Nesse caso, o fator relevante para usufruir do benefício é o tempo em que se contribui com o INSS. Não há uma idade mínima para receber a aposentadoria, mas sim um período em que o recolhimento foi feito por parte do trabalhador. Para os homens, o tempo de contribuição deve ter sido de 35 anos. Já para as mulheres, o período de recolhimento do INSS deve ter durado 30 anos. Lembrando que essa regra vale tanto para o recolhimento automático, quanto para o recolhimento facultativo (caso de autônomos e profissionais liberais).

Por Invalidez:
A aposentadoria por invalidez é concedida ao trabalhador que seja caracterizado pela perícia da Previdência Social como incapaz de exercer sua função ou outro serviço que garanta o seu sustento. A perícia leva em consideração casos de doença ou acidentes para o diagnóstico. Nesse caso, o tempo mínimo de contribuição com o INSS deve ser de 12 meses. Uma vez concedida a aposentadoria por invalidez, é necessário que uma nova perícia seja realizada a cada dois anos para comprovar o estado de incapacidade. Caso a perícia prove o contrário, o benefício é suspenso.

 

Casos especiais:
A aposentadoria por casos especiais acontecem quando as condições para a solicitação não se enquadram em nenhuma das citadas acima. Nessas situações, o processo é realizado em contato e negociação diretamente com a Previdência Social.

 

Solicitação da aposentadoria:

Para solicitar o seu benefício é necessário que o trabalhador entre em contato com a Previdência Social com antecedência, para que o processo seja agilizado e todas as informações e documentos sejam entregues a tempo. O recomendado é que o contato seja realizado com cerca de 5 anos de antecedência.

As informações sobre contribuições estão disponíveis ao trabalhador no Cadastro Nacional de INformações Sociais e é possível acessá-las no site da previdência social. É muito importante que ao solicitar o seu benefício, o trabalhador confira se o seu cadastro está completo e com todas as informações necessárias.

Para solicitar o benefício, o trabalhador deve se dirigir a um posto da Previdência Social com os seguintes documentos:

 

  • Número de Identificação do Trabalhador – NIT (PIS/PASEP ou número de inscrição do contribuinte individual/facultativo/empregado doméstico);
  • Documento de identificação (Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho e Previdência Social, Certidão de Nascimento ou Casamento, entre outros);
  • Cadastro de Pessoa Física – CPF (documento obrigatório);
  • Atestado de residência (conta de água, luz ou telefone).

 

O atendimento nos postos da Previdência Social são realizados somente com agendamento antecipado, por meio do telefone 135, no site www.previdencia.gov.br ou nas agências físicas da Previdência Social.

 

Recomendados para você:

About doutor sabetudo

Check Also

previdencia

Previdência Privada: veja como pode te ajudar!

Não sabe como funciona uma previdência privada? Tem curiosidade e quer saber como fazer uma? ...

One comment

  1. Vilma Alice dos Santos

    Boa tarde ! Quando eu Vilma tiver 60 anos, terei 15 anos de inss pago eu me aposento? Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *