xhamster xvideos pornhub europa casino mobile download directory android https://segurodesemprego.pro.br/crocs-resort-and-casino/ hard rock casino lake tahoe
Home / Cursos e treinamentos / 4 dicas de como sobreviver como pequena empresa em tempos de crise

4 dicas de como sobreviver como pequena empresa em tempos de crise

Spread the love

A crise causada pela pandemia do novo coronavírus afetou diversos setores da economia no mundo inteiro: globalmente, saímos de um período de relativo crescimento e prosperidade econômicos e entramos em uma recessão em níveis preocupantes. E ninguém vai sair dela ileso: empresas de todos os tamanhos foram afetadas, desde as maiores corporações até os pequenos negócios.

 

E se você é uma pequena empresa afetada pela crise, nem tudo está perdido! Existem maneiras de fazer o seu negócio sobreviver à esse momento e até mesmo prosperar em meio a crise – corte de gastos, empréstimos, novas maneiras de vender o seu produto… Para saber mais sobre cada uma dessas maneiras, continue lendo!

Como sobreviver como pequena empresa em tempos de crise

1 – Corte gastos de maneira inteligente

Quando a pergunta “como sair de uma crise financeira empresarial” surge, a primeira medida que tomamos geralmente é a de corte de gastos. É uma medida comum por ser efetiva, mas quando é feita no meio do pânico, pode ser uma decisão com efeitos bem negativos à longo prazo. Por isso, é essencial que os cortes sejam feitos de maneira bem pensada: revise seu fluxo de caixa, analise seu orçamento e seu planejamento financeiro, revisite suas reservas e considere cortar gastos menores, mas que somados formam uma economia significativa, ao invés de ir direto nos maiores gastos – as chances são que os gastos maiores são em itens de maior importância, e que afetarão diretamente (e negativamente) a qualidade do seu produto ou serviço.

 

2 – Considere outras formas de estabilizar o fluxo de caixa

Se mesmo com os cortes de gastos, o fluxo de caixa ainda não está estabilizado e a situação ainda parece complicada, considere utilizar outros recursos para atingir esse objetivo. Existem diversas maneiras de conseguir crédito para pequenas empresas, e um dos melhores recursos é o chamado crédito com garantia de imóvel, onde você pode usar um imóvel (tanto residencial como comercial) como garantia, e assim, as condições de pagamento do empréstimo ficam muito mais vantajosas e bem menos assustadoras. É um tipo de crédito fácil e rápido, e você pode continuar utilizando o imóvel normalmente.

 

3 – Invista no atendimento e relacionamento com os seus clientes

Um dos itens mais importantes no mercado hoje vai muito além da qualidade do seu produto ou serviço em si, e é possível investir nele sem utilizar um centavo, apenas investindo tempo e dedicação: é o atendimento aos clientes. Um relacionamento humanizado, que os enxerga como indivíduos com diferentes necessidades e prioridades faz toda a diferença na hora de escolher onde gastar o dinheiro, e essa pode ser a chave para a sua empresa sobreviver à crise. 

 

4 – Aproveite o poder do digital

Se você ainda não está online, essa é a hora! O modelo de vendas online já é muito popular e só vem crescendo nos últimos anos. Com a crise do coronavírus e as medidas de isolamento social, essa categoria disparou em crescimento e foi uma das poucas que não foi tão afetada negativamente pela recessão. E você nem precisa de um e-commerce completo e um sistema avançado de gerenciamento de pedidos para vender online! Atendimentos via Instagram e WhatsApp são muito comuns em pequenos negócios e funcionam muito bem na hora de vender produtos e serviços.

 

Esperamos que essas dicas ajudem você e a sua empresa a passar por esse momento complicado da melhor maneira possível.

Para mais conteúdos informativos, continue navegando no blog!

About junior Silveira

Check Also

curso de cabelereira para iniciantes

Curso de Cabelereira para Iniciantes – Atividade lucrativa!

Spread the love Veja como fazer online o Curso de Cabelereira para iniciantes e aprenda ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *