xhamster xvideos pornhub redtube xxx thumbzilla
Home / Aposentadoria / Você sabe o que é a Previdência Privada Fechada?

Você sabe o que é a Previdência Privada Fechada?

Spread the love

A previdência privada tem sido cada vez mais um grande investimento para os brasileiros que não querem depender apenas dos rendimentos do INSS e é um grande apoio à renda complementar no futuro.

Assim como qualquer modalidade, a previdência conta com algumas siglas e regras e é importante conhecer sobre suas possibilidades para que se possa fazer a melhor escolha.

Você sabia que existem alguns tipos de previdência: aberta e fechada? Para que você entenda mais sobre ela, vamos falar sobre a previdência privada fechada. Confira!

O que é previdência privada?

Antes de falar sobre a previdência privada fechada é importante saber do que se trata esse investimento. Essa modalidade é um sistema desvinculado da Previdência Social obrigatória, o INSS, e funciona como uma renda complementar para o futuro.

previdencia privada

Diferente de poupanças, esse é um investimento rentável a longo prazo e seu grande objetivo é ser resgatado após a aposentadoria, de uma só vez ou em forma de salários mensais a partir do montante acumulado.

Os planos fechados de previdência privada são geridos por Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC) e fiscalizados pela Previc. Como são instituições sem fins lucrativos, as EFPCs cobram taxas de administração mais baixas em relação aos planos abertos oferecidos pelas seguradoras.

O que é a Previdência privada fechada?

A previdência fechada, também conhecida como fundo de pensão, é de acesso restrito somente a algumas pessoas. Essas são criadas especificamente para funcionários de empresas e categorias e não são disponibilizadas a todos os investidores como as abertas.

É comum que a previdência seja incluída como um tipo de benefício aos funcionários e como eles são planos sem fins lucrativos, costumam custar menos do que os planos de previdência aberta, que são contratados diretamente com bancos e corretoras.

Em geral, as empresas são co-participantes das contribuições, ou seja, uma porcentagem de cada real investido pelo funcionário costuma ser também aplicado pela empresa, elevando o seu capital.

Por outro lado, os colaboradores que aderem a esses planos ingressam em contratos já existentes e em andamento, sem liberdade para alterar cláusulas e condições segundo seu interesse.

Os planos de previdência fechada se dividem em três tipos: contribuição definida, benefício definido e contribuição variável.

Contribuição Definida

Nos planos de Contribuição Definida (CD) o investidor define previamente o quanto vai pagar durante a fase de formação de patrimônio. Mas ao se aposentar, não há renda vitalícia garantida, afinal, o montante acumulado pode acabar.

Benefício Definido

Já estes planos definem renda vitalícia ao se aposentar, com valores definidos no ato de adesão. Os valores da contribuição podem variar de acordo com o tempo, mas nesses planos há a possibilidade de déficits e superávits.

Contribuição Variável

Os planos de contribuição variável (CV) reúnem características dos dois anteriores. Durante a fase de acumulação, funciona como um CD, com valores fixos e sem grandes definições de quanto receberá no futuro.

Já na fase final se transforma em um BD, com renda vitalícia e passível de déficits e superávits.

O que ocorre em casa de demissão ou desligamento do colaborador?

Como dissemos, a previdência privada fechada é uma espécie de benefício e só pode ser contratada quando colaboradores estão em empresas que a fornecem, certo?

Em caso de desligamento ou demissão, quanto o funcionário rompe o vínculo com a empresa, os acordos sobre a previdência dependem do que foi especificado em contrato, por isso, é preciso ter atenção e esse ponto.

No geral, é possível que o funcionário continue a contribuir naquele investimento, caso tenha interesse. Além disso, é possível o pedido de portabilidade para outro fundo de pensão, caso o benefício seja também oferecido pelo novo empregador, ou para uma previdência aberta, com suas condições específicas.

Há também a opção do resgate do valor aplicado. Nesse modo, é permitido apenas o resgate do saldo contribuído pelo colaborador e não dos valores depositados pela empresa.

Agora que você sabe um pouco mais sobre essa possibilidade, você sabe se sua empresa fornece esse benefício? Aproveite as informações, entenda seus objetivos, avalie se esse tipo de previdência vale a pena e invista em seu futuro!

About junior Silveira

Check Also

Previdência Social agendamento

Previdência Social agendamento: veja como fazer

Spread the love Veja como fazer o agendamento da Previdência Social. Agora, todos os trabalhadores ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *